Filmes

Uma Aventura LEGO

As inúmeras peças plásticas de tamanhos, formas e cores variadas já passaram pelas mãos e imaginação de muitas crianças, adolescentes e adultos por todos esses anos em que a LEGO impera entre as lojas de brinquedos. De uma simples brincadeira que leva objetos avulsos a tomarem qualquer forma através da criatividade, o brinquedo transformou-se em franquia. Atualmente, o LEGO já não é apenas um brinquedo, ele faz parte da cultura pop abrangendo personagens conhecidos e transitando por diversas mídias, como os video-games. Agora também abocanha o público através do cinema com Uma Aventura LEGO (The LEGO Movie).

Imagem: Warner Bros. Pictures, 2014

Imagem: Warner Bros. Pictures, 2014

Dirigido por Phil Lord e Christopher Miller, a dupla responsável pelos dois Tá Chovendo Hambúrguer (Cloudy With a Chance of Meatballs), o filme conta a história de Emmet, um bonequinho operário comum e igual a todos de sua cidade que acaba encontrando uma relíquia muito poderosa, capaz de destruir todos os planos do maquiavélico Presidente Negócios. Amparado pelos Construtores, personagens que variam do interesse amoroso de Emmet até o próprio Batman, Emmet tem como missão usar tal relíquia para impedir que o Presidente Negócios torture os habitantes de todo o mundo LEGO com sua arma letal.

O ponto mais relevante e importante do roteiro de Uma Aventura LEGO é seu desprendimento com qualquer tipo de seriedade. Não seria viável contar uma história que se passa no mundo das pecinhas, com personagens tão variados, se ela fosse pautada por uma realidade crua e questões sérias. No entanto, os diretores do filme, que também assinam o roteiro, vão inserindo questionamentos interessantes a partir da metade da projeção que não só surpreendem o público, como também enriquecem a narrativa, entregando um desfecho deliciosamente divertido e engraçado. São temas que discutem até onde a imaginação pode ser levada e quais regras devem ser consideradas quando uma brincadeira é feita com LEGO. E o próprio filme é contado através dessa variação, começando com as regras rígidas que o protagonista nos apresenta e, com o andar da carruagem, chegando a situações em que não há regras e, com isso, mostrando as consequências de se “brincar” de “é cada um por si”.

Imagem: Warner Bros. Pictures, 2014

Imagem: Warner Bros. Pictures, 2014

O que surpreende também é a qualidade técnica da animação. Realizada pela Animal Logic, estúdio responsável por belas animações como A Lenda dos Guaridões (Legend of the Guardians: The Owls of Ga’Hoole, dirigido por Zack Snyder), as peças e os bonecos LEGO ganham vida não só por serem personagens, mas por não deixarem de ser peças. É possível ver a textura plástica de cada personagem nas cenas, além de notar – com um divertimento nerd, admito – que nenhum detalhe foi deixado para trás, pois qualquer elemento daquele mundo é formado por peças, até a água, as bolhas, o fogo, a fumaça, etc.

Composto por diversas cenas com humor físico para as crianças, Uma Aventura LEGO também lembra dos adultos com piadas físicas, mas sutis, outras compostas de silêncio regido por um timing perfeito e, como a marca LEGO pode usar a imagem e os elementos de muitos personagens conhecidos, o filme se aproveita disso para inserir situações com referências, direcionando piadas exclusivas para o público que curte os personagens da DC Comics e de Star Wars, por exemplo. Contando também com uma boa dublagem na versão brasileira (Guilherme Briggs está presente com sua voz versátil em vários personagens, para a alegria da nação), os realizadores escalaram um time peso-pesado para a dublagem original em inglês, conferindo mais alicerce para o longa.

Imagem: Warner Bros. Pictures, 2014

Imagem: Warner Bros. Pictures, 2014

Provável canditado para as premiações voltadas para as animações em 2015, o filme permite-se ser descontraído, absurdo e sério quando deseja, agradando as diversas faixas etárias que o assiste e demonstrando ser uma história madura em seus aspectos técnico e narrativo. Uma Aventura LEGO é, seguida de Frozen, mais uma boa animação nesse início de ano e que, com suas diversas qualidades, faz com que esqueçamos mais ainda de outras não tão adoráveis assim.

Pôster: Art Machine & Animal Logic, 2014

Pôster: Art Machine & Animal Logic, 2014

The LEGO Movie, dirigido e escrito por: Phil Lord, Christopher Miller.

Originalmente com as vozes de: Chris Pratt, Will Ferrell, Elizabeth Banks, Will Arnett, Morgan Freeman, Liam Neeson, Alison Brie.

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre “Uma Aventura LEGO

  1. Alicia Jaramillo disse:

    Efeitos de animação no filme foram surpreendentes. Pessoalmente, eu gostei da personagem de Batman, o ator que interpreta Will Arnett. Uma história fantástica, é de família muito agradável.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s